sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Ser Voluntário em Qualquer Lugar!


Assisti a esse comercial ontem a noite, e lógico que como em vários já de cara a música se torna algo que me chama mais a atenção, esse também não foi diferente pois o comercial é perfeito em tudo, até no que se está por traz dele que são as pessoas envolvidas em criar e executar o comercial.

A campanha criada para o hospital Mário Pena tem dois vídeos com apelos diferentes, mas com o objetivo principal que é a solidariedade para vencer a luta contra o câncer, se tratando de solidariedade todos os profissionais que atuaram nesse vídeo trabalharam voluntariamente, o que faz esse comercial ficar mais belo. Parabéns a todos pois o exemplo começou muito antes de se passar a mensagem no comercial, e sim por vocês.

Confesso que logo ao ouvir a canção do comercial, o que me veio em mente seria o grupo português Madredeus, senti uma semelhança com a voz de Tereza Salgueiro (vocalista do grupo) e o toque do violão. Mas ao pesquisar segundo fontes, a canção “Quelqu’un m’a dit” é a música da cantora, compositora e modelo italiana Carla Bruni e atual primeira dama da França. O disco com o mesmo nome da canção foi lançado em 2003, teve um sucesso de crítica e esteve no top 10 nos países como Alemanha, Suíça, Itália, Portugal e Chile.

Como tudo feito de coração e com amor, tudo acaba-se se tornando um sucesso, pois o comercial pelo que vejo vem sendo bem elogiado pelos internautas. Isso é resultado de profissionais competentes e que antes de tudo agem e trabalham com o coração. Espero aqui estar contribuindo um pouco mais com essa ação do hospital Mário Pena, não só por estar postando mas divulgando o que é ser voluntário.

Bom um Feliz Ano Novo a todos, a não ser que surge uma outra campanha fantástica como essa nesses últimos dias, e que me faça ir correndo ficar pesquisando sobre ela.

Voluntário - Mário Penna



Carla Bruni - Quelqu'un m'a dit

Claro "corrida"


Esse tipo de propaganda são apresentados os conceitos claramente, e quem não entender os conceitos me desculpe mas que assista novamente até como se diz: “pegar no tranco”. O nome da propaganda já diz tudo “ corrida”, lembrando que essa propaganda completa a estratégia de comunicação com o foco no Idéias Music Store.


O vídeo reforça o serviço de banda larga 3G que tem como característica velocidade ou facilidade em baixar músicas no celular. Se tratando de características algo que as vezes nem sempre todas pessoas percebem em certos comerciais, porém neste fica bem visível que a velocidade ou corrida é o carro forte dele, e com isso colocamos ou encontramos signos que possam representar essa velocidade, como exemplo você mesmo ver no vídeo pessoas correndo, que acaba, se tornando signo do tema da campanha, pois tudo tem que ter um significado e uma lógica nas campanhas, e esse comercial e bem claro na sua mensagem pois soube passar a mensagem com facilidade. E além de tudo promoveu a música tema do comercial.


O comercial vem embalado da música “Dancing with myself” do Billy Idol, com isso a propaganda além de ter diversas pessoas num corre corre, demonstra os modelos de celulares W380 e 3G Z750 da Sony Ericsson. A campanha vem sendo veiculada em rádio, jornal, revista, internet, mídia exterior, ponto de venda e ações de merchandising nos principais programas de televisão brasileira.

Billy Idol é o nome artístico do cantor desta trilha, o nome correto dele é William Albert Michael Broad, e ele iniciou sua carreira musical como integrante do Bromley Contingent, um grupo de seguidores dos Sex Pistols, que tinha os membros do The Clash e Sioxsie and the Banshees. Depois por passar por outros grupos Billy decidiu investir em sua carreira solo, logo depois ele mudou-se para os Estado Unidos, e ao lado do guitarrista Steve Stevens, eles lançaram grandes hits como da trilha sonora do comercial “Dancing For Fantasy”, “Mony Mony”, Don’t Need a Gun” e “Cradle Of Love”. Enfim Billy Idol para muitos que não conhecem, digamos que existe um sózia do cantor no Brasil, o cantor Supla é muito comparado a Billy em seu estilo de vestir, pintar o cabelo e até em no início da carreira do Supla ele cantava em uma banda de punk rokcer.



Claro 3G


Dancing with Myself - Billy Idol

sábado, 20 de dezembro de 2008

Muuu! nele. o sabor da verdade.

A campanha da Toddy vem embalada do batidão contra a mentira e a enrrolação, digamos de passagem com um funkão, muito mais que o estilo, a campanha traz mais que um conceito aliada ao produto. Ela traz algo que realmente ocorre no meio dessa galera que tanto está no mundo real ou a quem faz uso do espaço virtual.

Sendo os adolescentes seu maior target, a empresa traz um conceito que muita gente busca, a verdade, seja ela em qualquer lugar. Acho interessante a idéia da empresa buscar saber junto ao seu público o que eles mais buscão.

A campanha vem com tres vídeos para web onde o seu maior público utiliza, e um para TV o famoso Funk muuu, além de videos no youtube, a campanha vem com fotos engraçadas no orkut e no flickr.

O funk carioca é um ritimo que vem da periferia, e hoje não é só ela quem escuta, mas sim as pessoas de classe alta. Hoje o movimento é bem maior que 10 anos atrás, acredito que pela tamanha a rapidez que a comunicação vem, tudo se torna mais facíl de se fazer e divulgar, espero que a campanha não seja tão passageira se referindo a alguns mcs.

Mas então o que é o Muuu!

O Muuu! é uma nova expressão adotada pela marca no seu comercial, que é usada para aquelas pessoas que mentem, ou enrrolão, que fazem o mal uso da internet, ou aqueles famosos fakes, também se aplica para aqueles vídeos mentirosos que rolam na web. Então agora dêu pra dar uma esclarecida, se acaso você conhece quem faz o mal uso ou mente se fazendo do que não é, Muuu! nele.
Campanha Toddy Girafa

Campanha Toddy Bonitona

Campanha Funk Muuuu!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Uma batita eletropunk pra embelezar os seus cabelos.


Depois de analisar diversos vídeos, fiquei surpreso pois o mesmo spot foi usado em vários comerciais com variadas linhas do Fructis, e também em diversos países onde a Garnier L ` Oreal trabalha seu produto. O motivo é que tanto a música e o produto são voltados para os jovens, com isso ela se encaixa a todos os comerciais, e assim segue as campanhas com a música “Diamond & Guns” da banda Transplants.

Mas o público da empresa não é só o público só jovem, pois se tem produtos para vários tipos de pessoas, porém o que indica em seus comerciais, se tratando da linha Fructis, é que eles são para um público digamos assim, bem rebeldizinhos como alguns cabelos de modelos(a) que atuam nos comerciais juntamente a música inserida.

Quem ver o vídeo da banda logo abaixo deve pensar poxa são esses caras, tatuados, de cabelos moikano, quem faz o som do comercial do meu shampoo, condicionador ou ant-caspas seja lá qual for... pois é a real é o seguinte, o que manda é a batida, se tratando de Brasil, ou em qualquer lugar a música eletrónica tem uma forte relação com os jovens. E para aqueles que não sabem quem são os músicos, logo abaixo você verá tanto aos comerciais ao video da música do comercial, bom assim quando passa o comercial logo você associa rápido ao produto.

Graças ao meu professor de inglês, sim meu, o seu professor, aquele da web, o Google tradutor, pois é, dei uma traduzida no nome da música, e veio aquela frase, ou seja tudo sem pé sem cabeça, é mais ou menos assim quando se usa o tradutor, mas antes que me apredegem aqui o nome da música traduzida seria “Diamantes & Guns” ou melhor “Diamantes e Armas”.


Transplants é uma banda americana que deu inicio as suas atividades em 1999, e o Tim Armstrong do Rancid “outra banda da pesada” como se diz o “Adriano Falabella” (Programa Auto Falante) e mais seu amigo Rod Aston se juntaram e formaram a banda. Em 2002 o destruidor de kits o baterista Travis Barker ex Blink 182 juntou se aos caras e deu uma cara nova ao grupo e gravaram o primeiro album intitulado de “Transplants”. Em 2005 o grupo gravou seu segundo album, “Haunted Cities”. O estilo da banda eu defino como um eletropunk, pois as guitarras, o visual se tratando de Travis e Tim Armstrong está voltado mais pro punk, do outro companheiro até que não, agora as levadas da batera já são típicas de música eletrônica então somando tudo eu defino como eletropunk, aliada ao produto pra embelezar seu cabelos!


Comercial

Comercial

Transplants " Diamonds and Good"

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Mulher Brasileira em Primeiro Lugar!


A empresa de cosméticos Niely Gold lança mais um produto no mercado brasileiro, direcionado ao público feminino, o defrizante Niely Gold Orquídea.

Como o produto é destinado a elas nada melhor em dar o titulo"mulher brasileira em primeiro lugar!" , apesar do titulo ser trecho de outra canção, do nosso cantor Benito de Paula da música( Mulher brasileira), porém a música do comercial é do cantor Roy Orbison, então vamos a elas novamente.

Carolina Ferraz nesse comercial contracena com o ator Richard Gere, revivendo uma das cenas do filme Pretty Woman onde o ator atuou com a atriz Julia Roberts,no caso agora com uma brasileira que não deixou a desejar com sua beleza. O comercial em seus poucos segundos tem todos aspectos cinematográficos, com uma direção fotográfia fantástica se comparado ao filme, o mesmo ambiente do filme criando todo o clima.

Agora a canção já condiz com o restante, embora que ela seja uma canção antiga e não do tempo do filme, que foi lançado em 1990, ou do comercial, e sim uma canção lançada em 1962, e de lá pra cá, ela vem sendo usada para diversos tipos como em regravações, sendo fonte de inspirações para filmes como o Pretty Woman, utilizada no filme Weird Science de Jonh Hughes sendo um tema musical tocado pela banda Oingo Boingo e diversos artista já a regravarão. Uma canção feita para lindas mulheres, onde se tem uma linda mulher em cena, e um protudo em que seu foco é agregar mais beleza a quem utiliza-lo.

Vamos assistir ao comercial abaixo e logo apos um video com o cantor, afinal apesar das mulheres brasileiras estarem em primeiro lugar na canção do nosso Benito de Paula, pelo o Roy, acredito que a canção seja para várias mulheres seja em qualquer lugar!

Niely Gold Orquídea



Roy Orbison

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Valeu BH

Com uma batida meio Beatles a The Wonders, está sendo rodado um VT em comemoração aos 111 anos de Belo Horizonte MG, com isso o vídeo vem lançando toda a evolução da capital mineira. O comercial se chama “Valeu BH” e esta sendo veiculado em TV, Rádio, mídia imprensa, e na internet.

Para este post vou mais pela minha intuição, e digamos um ouvido que está mais para um radar que um aparelho auditivo, procurei pesquisar antes de tentar sair publicando qualquer informação que não fosse haver com o conteúdo inserido. Então vamos lá caso estiver enganado, me corrigem, mas a voz que está no comercial e do cantor Aggeu Marques um beatlemaniaco, que mora em Belo Horizonte a alguns anos.
Assim como a capital tem ótimas referências, o cantor também não deixa a desejar, ele também participou de bandas couvers dos Beatles, banda pela qual tenho também tenho uma paixão. Aggeu cantou em bandas como Sgt. Pepper´s Band e Hocus Pocus , Sgt. Pepper´s Band nome de um dos discos dos Beatles e que também é um dos maiores discos do mundo, por alguns o disco é considerado pelos elementos musicais como o pioneiro do Rock Progressivo.

Ageu continua sua carreira como cantor e lançou três discos “Quer Saber” em 2001, “Aggeu” foi lançado pelo selo Trilhos Arte, do cantor Flavio Venturini. O selo reeditou o primeiro álbum de Aggeu, recebendo o nome de “Volume Dois”. No fim de 2007 o cantor lançou o seu terceiro disco o “Ultra-Som” e o grande destaque e música “Máquina do Tempo”, música também gravada pelo Flávio Venturini.
O vídeo vem mostrando toda mudança que vem acontecendo nos últimos anos na capital mineira. E lugares que se tornam referências a essas mudanças como, avenidas, bairros, praças, enfim todo tipo de evolução que uma grande metrópole pode ter.

Parabéns BH.

domingo, 7 de dezembro de 2008

Beatles na Publicidade

A empresa de telefonia celular Vivo lança o seu vídeo de natal, e como trilha a canção dos BeatlesHello, Goodbye”. Com o mesmo seguimento e a mesma temática “Vivo ao Seu Lado” o comercial de natal vem brindado aos seus clientes e não clientes com a promoção natalina inserida, e de fundo umas das belas canções dos garotos de Liverpool.

O comercial está no ar, tanto em TV aberta tanto em TV fechada, como e de costume o boneco da vivo, ícone da marca, interagir com as pessoas dando continuidade aos outros comerciais, e ele leva de encontro às pessoas aos grandes pacotes de presentes. A campanha foi criada pela Young & Rubicam e esta sendo veiculada na mídia impressa, TV, na internet, rádios e em pontos de venda.

Ficha técnica

Criação: Vinicius Stanzione, Bruno Godinho e Maurício Machado
Direção de criação: Tomas Lorente e Cássio Zanatta
RTVC: Nicole Godoy, Moema Porro e Cléo Gonçalves
Atendimento: Patrick Goffaux, Leonardo Balbi e Evelin Batista
Produtora do filme: O2 Filmes
Direção de cena: Dainara Toffoli
Direção de fotografia: Alemão, Marcelo Corpani e Lito Mendes
Montagem: Estevan Santos
Finalização: Tamis Lustre
Computação gráfica: Tribbo Post
Produtora de som: MCR
Aprovação pelo cliente: Cris Duclos, Bruna Clark, Tatiana Magliari e Joanna Moura


sábado, 6 de dezembro de 2008

Volkswagen desenterra Voyage e abre a Sepultura

É com imenso prazer que inicio esse primeiro post de muitos que virão, pois pesquisando sobre o assunto, queria ter certeza antes de tudo das informações que iria divulgar aqui. Lembrei do admirável meio de comunicação que é o e-mail e foi com ele que tirei minhas dúvidas, bom já que elas estão tiradas eu inicio esse primeiro post ao comercial do novo Voyage com a banda Sepultura.

Lembrei anteriormente que tinha enviado um e-mail ao atual baterista da banda de rock Sepultura, (Jean Dolabella) sobre o seu disco solo auto intitulado Indireto também nome do projeto. Então decidi enviá-lo novamente sobre o comercial, e minhas dúvidas foram sanadas pelo baterista. Segundo Jean “Então, sobre a música, ela chama "Coquinho" e foi composta exclusivamente para o comercial. Ou seja, se é o que ele quer saber, não é uma música de algum autor conhecido da bossa nova que foi regravada por vocês, mas sim composta especialmente pra isso. Como a idéia do comercial era criar um contraste entre o estilo da banda e o da música (mas em tom de brincadeira, sem que parecesse algo realmente sério), ela foi criada a partir de referências como o João Gilberto e a bossa nova como um todo, que usa muito termos bonitinhos, no diminutivo, etc.”

Com certeza cria um contraste com o público, pois imaginar o Sepultura tocando bossa em seu show seria algo esquisito para seus fãs, não que os músicos sejam radicais, mas a questão que se agrega ao comercial e que a banda e tão diferente quanto ao novo Voyage ou vice e versa, sendo assim naquela ocasião os dois somam características lembrando que essas características que se aplica são do Sepultura versão bossa nova e não ao Sepultura tradicional que os fãs esperavam a se apresentar, aí que está toda a moral do comercial com a frase “O Sepultura assim você nunca viu. Um sedan assim também não”.

Com a tamanha repercussão do comercial a banda lançou em seu site a música “coquinho” para seus fãs e para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer uma das maiores e mais conhecidos bandas do mundo.